Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads.
O Mach Perfeito
05/2018
José Reynaldo Formigoni Filho, MSc
Gerente de Tecnologias de Segurança
da Informação e Comunicação
Agenda
Introdução à IoT
Aplicações
Iniciativas
Comentários finais
O momento da IoT
Mas afinal, o que é IoT ?
Fonte: Plano Nacional de Internet das Coisas – IoT.BR. Minuta do decreto
Plano ...
O momento da IoT
Mas afinal, o que é IoT ?
Fonte: Plano Nacional de Internet das Coisas – IoT.BR. Minuta do decreto
Art. 2...
Modelo de Referência de IoT da UIT
Cidade
Inteligente
Transporte
Inteligente
Edifício
Inteligente
Energia
Inteligente
Indú...
Agenda
Introdução à IoT
Aplicações
Iniciativas
Comentários finais
IoT + Blockchain: Propriedades intrínsecas
• Troca de dados entre
dispositivos
• Segurança
• Resiliência
• Imutabilidade
•...
Conceito de Internet of Trust Things
• SUPPLY CHAIN: segurança alimentar, combate a
falsificação e procedência.
Fonte: The...
Aplicações - Agronegócio
1. Procedência: possibilidade de
rastreamento de produtos, desde a sua
origem, pontos e formas de...
Iniciativas - Registro Eletrônico de Saúde + Dispositivos
• Se auto intitula uma plataforma de telemedicina e um “Health
D...
Iniciativas: Rastreabilidade de medicamentos
• Mercado estimado de medicamentos: US$ 880 bi com perspectiva de US$ 1,12 tr...
Aplicações no Setor Elétrico
• Compra e venda de energia
descentralizada:
• No atacado (combinação de
blockchain+machine l...
Aplicações no Setor Elétrico
Controle e monitoramentos de ativos -
combinação de redes mesh + dispositivo
IoT + tecnologia...
Agenda
Introdução à IoT
Aplicações
Iniciativas
Comentários finais
Iniciativas
• Permissionada
• Rastreamento
físico
• Linhagem
• Escalável
• Smart contracts
z
A new open source software fo...
Iniciativas
Características básicas:
• DLT não permissionada que utiliza o
protocolo Tangle
• Considerado uma evolução da
...
Agenda
Introdução à IoT
Aplicações
Iniciativas
Comentários finais
Comentários finais
• A convergência entre Blockchain e IoT está na agenda de muitas empresas: muitas iniciativas para
test...
OBRIGADO!
José Reynaldo Formigoni Filho, MSc
Gerente de Tecnologias de Segurança
da Informação e Comunicação
reynaldo@cpqd...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

IoT + Blockchain: o mesh perfeito

85 views

Published on

Apresentação feita no Blockspot Latam Conference em maio de 2018. Apresenta conceitos de IoT, assim como aplicação e iniciativas com IoT e Blockchain

Published in: Technology
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

IoT + Blockchain: o mesh perfeito

  1. 1. O Mach Perfeito 05/2018 José Reynaldo Formigoni Filho, MSc Gerente de Tecnologias de Segurança da Informação e Comunicação
  2. Agenda Introdução à IoT Aplicações Iniciativas Comentários finais
  3. O momento da IoT Mas afinal, o que é IoT ? Fonte: Plano Nacional de Internet das Coisas – IoT.BR. Minuta do decreto Plano Nacional de Internet das Coisas - Decreto Presidencial Art. 1º Fica instituído o Plano Nacional de Internet das Coisas – IoT.BR com a finalidade de acelerar o desenvolvimento e a implementação da Internet das Coisas, bem como definir seus objetivos, ambientes de aplicação, temas transversais e estrutura de governança, nos termos do disposto neste Decreto. Parágrafo único. A Internet das Coisas e seu ecossistema serão organizados com base nos princípios da livre competição, da livre circulação de dados inter-fronteiras, da segurança e privacidade para os usuários, da parceria entre público e privado e entre diferentes níveis federativos.
  4. O momento da IoT Mas afinal, o que é IoT ? Fonte: Plano Nacional de Internet das Coisas – IoT.BR. Minuta do decreto Art. 2º Para fins deste Decreto, considera-se: I – Internet das Coisas ou IoT: é a infraestrutura global que possibilita a prestação de serviços de valor adicionado pela conexão (física ou virtual) de “coisas” com “dispositivos” baseados nas tecnologias da informação e comunicação existentes e nas suas evoluções, com interoperabilidade e não se confunde com a infraestrutura necessária para prestação de serviços de telecomunicações entre pessoas nos termos da Lei 9.472, de 16 de julho de 1997; II – Coisas: são, no que diz respeito à Internet das Coisas, objetos no mundo físico (objeto material) ou no mundo digital (objeto virtual), que são capazes de serem identificados e integrados pelas redes de comunicação; III – Dispositivos: são, no que diz respeito à Internet das Coisas, uma parte de equipamento com capacidade mandatória de comunicação e capacidade opcional de sensoriamento, atuação, coleta, armazenamento e processamento de dados; .
  5. Modelo de Referência de IoT da UIT Cidade Inteligente Transporte Inteligente Edifício Inteligente Energia Inteligente Indústria Inteligente Saúde Inteligente Moradia Inteligente Camada de suporte de Serviço e Aplicação Camada de conetividade Camada de Dispositivos Camada de Aplicação Capacidade de Gerência Capacidades de Rede Dispositivos Gateways Capacidades de Transporte Suporte Genérico Suporte Específico Aplicações IoT Capacidade de Segurança Autorização Confiança e Reputação Gestão de Chaves Criptográficas Identificação AutenticaçãoGestão de QoS Gestão de Dispositivos
  6. Agenda Introdução à IoT Aplicações Iniciativas Comentários finais
  7. IoT + Blockchain: Propriedades intrínsecas • Troca de dados entre dispositivos • Segurança • Resiliência • Imutabilidade • Controle de acesso • Monitoramento • Rastreamento • Pagamento • Autonomia dos dispositivos • Controle de identidade • Autenticação • Reputação • Trilha de auditoria Blockchain Governo Indústria Agronegócio DefesaTelecom Saúde Elétrico
  8. Conceito de Internet of Trust Things • SUPPLY CHAIN: segurança alimentar, combate a falsificação e procedência. Fonte: The Internet of Trusted Things Blockchain as the Foundation for Autonomous Products & Ecosystem Services. By Jessica Groopman and Jeremiah Owyang. http://www.kaleidoinsights.com/wp- content/uploads/2018/01/KI_Report_IoTBlockchain_FINAL. Acessado em 23/05/2018. • IoT NETWORK MANAGEMENT: monitoramento, administração, configuração e segurança na comunicação entre dispositivos em diferentes tipos de rede. • END USER AUTHENTICATION: autenticação biométrica, controle de acesso e identidade digital. • ON-DEMAND ASSET SHARING NETWORKS: Compartilhamento ou aluguel de ativos físicos ou digitais, como carros, equipamentos, energia e dados; • SMART CONTRACTS & COMPLIANCE: adesão, automação ou visibilidade de conformidade com várias partes em setores como seguro, manufatura, saúde, e finanças.
  9. Aplicações - Agronegócio 1. Procedência: possibilidade de rastreamento de produtos, desde a sua origem, pontos e formas de armazenamento, e datas e meios de transporte até o seu destino final. 2. Acessos mais eficientes aos meios de pagamento e financiamento: uso de plataformas de pagamentos móvel seguro, sem intermediários, assim como acesso ao crédito por parte dos produtores de forma rápida. 3. Gestão da informação: coleta e compartilhamento seguro de diferentes tipos de informação coletadas em cada etapa da cadeia, incluindo construção de trilhas de auditoria. 4. Emissão de certificados: certificados com comprovação de origem produtos e processos utilizados.
  10. Iniciativas - Registro Eletrônico de Saúde + Dispositivos • Se auto intitula uma plataforma de telemedicina e um “Health Data Market Place Control”; • Desenvolvida a partir do início de 2016, sobre a plataforma Hyperleadger Fabric. • ICO com lançamento de 500 milhões de MedToken (US$ 0,25/MedToken), sendo possível comprar com BTC ou ETH; • Permissão e controle de acesso aos dados e as políticas de compartilhamento: O usuário define quem e o que será acessado, assim como as políticas de leitura e escrita; • Compliance regulatória com GDPR (UE) e HIPP (EUA); • Serviços emergenciais: os dados coletados por wearables, contendo inclusive informações críticas poderão ser prontamente acessíveis por serviços emergenciais; • Autorizações de acesso para: • Seguradoras privadas para verificar se o tratamento do paciente é consistente com suas expectativas; • Pesquisas farmacêuticas para registro de ensaios clínicos https://medicalchain.com/en/#video
  11. Iniciativas: Rastreabilidade de medicamentos • Mercado estimado de medicamentos: US$ 880 bi com perspectiva de US$ 1,12 tri para 2022 [1] • Mercado estimado de medicamentos falsificados: US$ 75 a US$ 200 bi por ano [2] • Alguns países decidiram obrigar os reguladores a implementarem sistemas de rastreamento de remédio: • Em novembro de 2013, o US Food & Drug Administration aprovou o “The Drug Supply Chain Security Act (DSCSA)” para 2024 [3] • Outros: União Européia [4] e China [5] • Iniciativa privada 1: BlockRx da iSolve • Utiliza uma das plataformas da Hyperledger chamada Sawtooth Lake • Terminaram recentemente um ICO para venda do BlockRx Token • Iniciativa privada 2: The Mediledger Project • Objetivo construir uma rede aberta dos participantes da cadeia de fornecedores de remédios para atender ao Drug Supply Chain Safety Act (DSCSA), desenvolver POCs e influenciar na implantação da regulação. [1] EvaluatePharma “World Preview 2016” http://info.evaluategroup.com/rs/607-YGS-364/images/wp16 [2] US Department of Commerce “2016 Top Markets Report: Pharmaceuticals” . http://trade.gov/topmarkets/Pharmaceuticals_Executive_Summary [3] US Food and Drug Administration “Drug Supply Chain Security Act (DSCSA)”. https://www.fda.gov/Drugs/DrugSafety/DrugIntegrityandSupplyChainSecurity/DrugSupplyChainSecurityAct/ [4] European Commission “EU Falsified Medicines Directive” https://ec.europa.eu/health/human-use/falsified_medicines_en [5] State Council of the People’s Republic of China “Regulation on the Implementation of the Food Safety Law of the People’s Republic of China” http://www.fdi.gov.cn/1800000121_39_4037_0_7.html
  12. Aplicações no Setor Elétrico • Compra e venda de energia descentralizada: • No atacado (combinação de blockchain+machine learning + IA para previsão de demanda) • Na geração distribuída; • Monitoramento e gestão de ativos da rede; • Sistema de billing e segurança para a estrutura de recarga de veículos elétricos (inclusive com compartilhamento) e smart meters (inclusive medidores pré-pagos) • Em abril de 2016 foi implantado em Nova York o primeiro sistema blockchain de compra em venda de energia entre vizinhos sem intermediários. • Necessidade de: • Análise de impacto nos modelos de negócio das concessionárias • Mudança no quadro regulatórios • Empresas envolvidas:
  13. Aplicações no Setor Elétrico Controle e monitoramentos de ativos - combinação de redes mesh + dispositivo IoT + tecnologia blockchain: fornecedor de solução Armazenamento e controle de acesso seguro da medição Blockchain
  14. Agenda Introdução à IoT Aplicações Iniciativas Comentários finais
  15. Iniciativas • Permissionada • Rastreamento físico • Linhagem • Escalável • Smart contracts z A new open source software foundation is born to support the creation of a secure, scalable, interoperable, and trusted IoT ecosystem.
  16. Iniciativas Características básicas: • DLT não permissionada que utiliza o protocolo Tangle • Considerado uma evolução da tecnologia blockchain • Altamente escalável: se propõe a ser um backbone revolucionário para IoT • Requisitos de baixo recursos computacionais para dispositivos IoT • Transferência segura de dados • Transações offline Verticais em desenvolvimento: • Mobility & Automotive • Global Trade & Supply Chains • eHealth • Smart Energy IOTA como crypto moeda: • 14a. Criptomoeda com $4,14 bi • ICO em 11/2015 • Sem taxas de transações viabilizando micrompagamentos
  17. Agenda Introdução à IoT Aplicações Iniciativas Comentários finais
  18. Comentários finais • A convergência entre Blockchain e IoT está na agenda de muitas empresas: muitas iniciativas para testar e aproveitar os benefícios do uso de Blockchain no contexto da IoT. • Há inúmeros desafios: • Tecnológicos: escalabilidade, resiliência, capacidade de processamento, velocidade de validação de transações, segurança e privacidade; • Operação: Clareza do modelo de negócio, mobilização dos atores envolvidos e capacidade para redesenhar processos de negócio; • Legal/Regulatório: ambientes regulatórios incertos, aspectos legais dos contratos inteligentes, definição de jurisdição em aplicações que cruzam fronteiras. • Muita expectativa sobre a tecnologia Blockchain para que esta possa aumentar a segurança e a confiança das aplicações com IoT. • A tecnologia Blockchain não é a resposta para todos os desafios da economia digital, como às vezes é dito, mas é certo que irá desempenhar um papel crescente na Internet das Coisas.
  19. OBRIGADO! José Reynaldo Formigoni Filho, MSc Gerente de Tecnologias de Segurança da Informação e Comunicação [email protected]
chemtest.com.ua

У нашей компании нужный сайт со статьями про Болденон купить https://steroid.in.ua
Узнайте про важный портал со статьями про https://apach.com.ua.

×